Prêmio o Setor Elétrico

A criação do Prêmio O Setor Elétrico de Qualidade das Instalações Elétricas surgiu em uma dessas raras oportunidades em que uma conjunção de ideias a favor das soluções seguras e com qualidade implantadas na engenharia elétrica ganha forma. 

O objetivo é identificar e divulgar práticas que contribuem para o aprimoramento do setor. 

Acreditamos que essa iniciativa terá grande poder de fomento às boas práticas da engenharia, incentivando profissionais a respeitarem as normas técnicas e a prover soluções cada vez mais sustentáveis e eficientes para as instalações brasileiras.

Por fim, a proposta do prêmio é homenagear, em forma de premiação, os protagonistas do setor, que dão o melhor de seu conhecimento e de sua “energia” para tornar o setor mais sério, com soluções criativas de alto impacto produtivo e baixo custo operacional.

Categorias de Premiações

Será premiado o melhor projeto em cada uma das seis categorias a seguir:

Inovação Tecnológica

Instalações Elétricas

Projeto Luminotécnico

Pesquisa & Desenvolvimento

Energias Renováveis

Como Funciona?

A criação do Prêmio O Setor Elétrico de Qualidade das Instalações Elétricas é uma oportunidade de premiar as soluções que visam a segurança e qualidade implantadas na engenharia elétrica. O objetivo é identificar e divulgar práticas que contribuem para o aprimoramento do setor.

Esta iniciativa possui grande poder de fomento às boas práticas da engenharia, incentivando profissionais a respeitarem as normas técnicas vigentes e a prover soluções cada vez mais sustentáveis e eficientes para as instalações brasileiras.

O Prêmio também realiza uma homenagem, aos protagonistas do setor elétrico na região, que dão o melhor de seu conhecimento e de sua “energia” para avançar o setor elétrico da região.

O Prêmio O Setor Elétrico de Qualidade das Instalações Elétricas é uma iniciativa da Revista O Setor Elétrico em parceria com o Circuito Nacional do Setor Elétrico (CINASE) criada com o objetivo de reconhecer os esforços bem-sucedidos de elaboração, especificação e instalação de projetos de engenharia elétrica no país.

A premiação, neste ano, reconhecerá os melhores projetos implantados nos últimos anos nos Estados de Goiás, Bahia e São Paulo, regiões que receberão o CINASE 2022.

Esta é uma forma de condecorar as instalações em que o desenvolvimento técnico e o investimento sejam aplicados em aspectos que diferenciam estes projetos das soluções conhecidas como clássicas.

Em outras palavras, serão reconhecidos os projetos que privilegiem a implantação das melhores práticas de engenharia, considerando fatores, como:

  • Sustentabilidade;
  • Eficiência energética;
  • Critérios de dimensionamento;
  • Segurança de operação e manutenção; etc

A inscrição poderá ser feita isoladamente por projetistas, empresas e instituições. No caso da participação em grupos, a inscrição deverá ser feita em grupo com a definição dos responsáveis.

Serão considerados projetos que tiveram início de operação a partir de janeiro de 2013 e somente serão aceitos projetos de empresas do estado em que o Cinase está acontecendo.

A premiação está aberta para projetos em 5 categorias:

  • Pesquisa & Desenvolvimento;
  • Energia Renováveis;
  • Instalações Elétricas;
  • Inovação Tecnológica;
  • Projeto Luminotécnico.

 

É imprescindível que o projeto inscrito esteja devidamente registrado (ART) – com exceção das categorias “Inovação tecnológica” e “Pesquisa & Desenvolvimento”.

Os projetos deverão ser protocolados a partir da descrição realizadas pelo candidados. Desta forma, não é necessário o protocolo de toda a documentação, contendo memórias de cálculos, plots, diagramas esquemáticos revisões etc. O que a equipe de avaliadores deseja avaliar é a descrição das soluções do projeto em diversas categorias, como por exemplo:

  • Conceitos adotados para o projeto elétrico e atendimento às necessidades da edificação;
  • Descrição dos componentes e especificação, graus de proteção e necessidades;
  • Premissas importantes de normas que foram consideradas (relacionar as normas aplicadas);
  • Aspectos de sustentabilidade e eficiência energética considerados;
  • Aspectos de proteção elétrica considerados;
  • Aspectos de automação das instalações e do projeto; etc.

 

Importante: para cada projeto devem ser colocados todos os itens solicitados no formulário de inscrição com a maior profundidade possível dentro da quantidade de caracteres limites da submissão.

 

A premiação está aberta para projetos em 5 categorias:

  • Pesquisa & Desenvolvimento: Pesquisas que são realizadas na região, geralmente protocoladas por universidades e concessionárias.
  • Energia Renováveis: Geração distribuída e outras soluções em que o escopo esteja a preocupação com a sustentabilidade.
  • Instalações Elétricas de baixa tensão: instalações elétricas em edifícios comerciais e shoppings; instalações hospitalares; datacenters; prédios residenciais; condomínios; data centers, shoppings, sistemas de transporte, etc.
  • Inovação Tecnológica: Soluções não convencionais em engenharia elétricas, utilizando técnicas inovadoras e singulares. Pode ser em sistema elétrico, ou mesmo em instalações elétricas.
  • Projeto Luminotécnico: planejamento da iluminação do ambiente, utilizando as melhores práticas de engenharia: iluminação natural, luminárias de alto desempenho, automação, eficiência energética e características estéticas.

Os projetos serão avaliados por especialistas que acompanham o evento CINASE, que possuem ampla experiência em suas áreas de atuação, com a participação de especialistas parceiros da publicação O Setor Elétrico e outros locais, que contribuirão para que o “Prêmio OSE de Qualidade das Instalações Elétricas” tenha total credibilidade e imparcialidade.

Para a avaliação de cada projeto em diversos quesitos, serão utilizadas as notas de 0 a 10, sendo que a nota zero em qualquer quesito desclassifica o projeto. Como exemplo, No caso das instalações elétricas, os critérios são os seguintes:

  • Aspectos de topologia da instalação elétrica;
  • Aspectos das fontes principais, complementares e de emergência;
  • Aspectos sobre a definição de linhas elétricas e circuitos de distribuição;
  • Aspectos de subestações, painéis e sistemas de transformação;
  • Aspectos de proteção elétrica (corrente, surtos e outras);
  • Aspectos de proteção atmosférica;
  • Aspectos de atendimentos as normas ABNT NBR 5410, ABNT NBR 14039, ABNT NBR 5419, NR 10 e outras;
  • Aspectos e vantagens aos sistemas de manutenção e operação;
  • Aspectos de automação e informação;
  • Aspectos de qualidade de energia e eficiência energética;
  • Sistemas de iluminação;
  • Distribuição e uso de energia em baixa tensão;
  • Característica de originalidade e referência (peso 2).

 

No ano de 2022, o quarto ano do “Prêmio OSE” contará com três edições distintas com reconhecimento dos melhores projetos nos seguintes estados: Bahia (38º Edição –  10 e 11 de Agosto em Salvador), Goiás (39º Edição –  13 e 14 de Outubro em Goiânia) e São Paulo (40º Edição –  09 e 10 de Novembro em Campinas).

A premiação será realizada no primeiro dia do evento, onde ocorrerá também um coquetel após a entrega das premiações. Esta é uma oportunidade única de reunir em um mesmo local os principais “players” da engenharia elétrica de cada uma destas regiões brasileiras.

Serão, no total, seis vencedores no Prêmio OSE para cada uma das três edições de 2022, um em cada categoria. Os premiados receberão como reconhecimento o troféu na noite de abertura do CINASE em cada uma das três cidades – Salvador (BA), Goiânia (GO), Campinas (SP). Seus projetos serão divulgados ainda na cobertura do evento na revista O Setor Elétrico.

 

 

 

Envie seu Projeto

Escolha uma das categorias abaixo e envie seu projeto!

Inovação Tecnológica

Instalações Elétricas

Projeto Luminotécnico

Pesquisa & Desenvolvimento

Próxima Edição

SALVADOR | AGOSTO | 2022

0 Dias
0 Horas
0 Minutos
0 Segundos

Baixe o Regulamento

Comissão Julgadora

Claudio Mardegan

CEO Engepower

Vinicius Ayrão

Especialista em projetos fotovoltaicos/elétricos

Danilo Ferreira de Souza

Coordenador do curso de Eng. Elétrica da UFMT

José Starosta

CEO da Ação Engenharia

Nunziante Graziano

Diretor Executivo do Grupo Gimi

Fale Conosso

Copyright 2022 © Todos os Direitos Reservados

Claudio Mardegan

CEO Engepower

Engenheiro Eletricista, me formei em 1980 pela Escola Federal de Engenharia de Itajubá (EFEI), hoje UNIFEI.

Desde a faculdade me apaixonei pela área de Proteção, na qual me especializei e onde atuo desde então.

O livro de Proteção e Seletividade, que já esta indo para sua segunda edição, foi fruto desses 40 anos de dedicação aos estudos de proteção, coordenação e seletividade.

Fundei a EngePower Engenharia e Comércio Ltda em 1995, visando atender o mercado no segmento de Eletricidade Industrial e Sistemas de Potencia de uma forma diferenciada e hoje ela é considerada líder de mercado no segmento de estudos elétricos.

Em 2013 fui convidado a fazer parte dos Working Groups (WG) para revisar os “Color Books” do IEEE e também chairman de dois capítulos do Buff Book (3004.6 – Chapter 6 – Ground Fault Protection e 3004.13-Chapter 13 – Overcurrent Coordination), que me levou à secretário e membro da equipe que elabora o Green Book. Participo também dos WGs de Forensics, DC, Generator Grounding e sou vice-chair de Surge Protection, além de ter vários artigos já publicados no Transactions on Industry Application e também em diversas revistas.

Já escrevi vários artigos e realizei estudos de curto-circuito e seletividade em muitas empresas nacionais e internacionais de grande porte.

Realizando o desejo de lecionar, compartilho meus conhecimentos nos Treinamentos voltados para especialização es estudos de Proteção, Coordenação e Seletivdade; Arc-Flash (energia Incidente); Subestações; Harmônicos e Qualidade de Energia e Aterramento Elétrico.

Vinicius Ayrão

Especialista em projetos fotovoltaicos/elétricos

Palestrante e consultor, participo ativamente de eventos do mercado de energia. Workshops e painéis temáticos para a Abracopel, Unicamp, Ecori, CBGD 2017, no IFG (Instituto Federal de Goiais, Campus Itumbiara), ENIE e ESW dentre outros.

Sou o colunista da Revista Lumière, no Espaço Solar, desde o inicio da coluna, em fevereiro de 2017, sendo que as 6 primeiras colunas foram vencedoras do Prêmio de Jornalismo Abracopel de 2017.

Como membro da comissão da ABNT estou engajado na confecção da NBR 16690: Instalações Elétricas: Arranjos Fotovoltaicos – Requisitos de Projetos e participo da comissão que revisa a NBR 16274: Sistemas fotovoltaicos conectados à rede – Requisitos mínimos para documentação, ensaios de comissionamento, inspeção e avaliação de desempenho.

Sou o autor do blog www.viniciusayrao.com.br, onde escrevo sobre sistemas fotovoltaicos e instalações elétricas.

Sou Engenheiro eletricista, especialista em sistemas fotovoltaicos para geração distribuída e instalações elétricas de baixa e média tensão.

Danilo Ferreira de Souza

Coordenador do curso de Eng. Elétrica da UFMT

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Mato Grosso (2011). É especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho (2014).

É especialista em Energia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2015).

É mestre em Energia pelo Instituto de Energia e Ambiente/IEE da Universidade de São Paulo/USP (2018), realizando período sanduíche na Universidade Politécnica do Estado de São Petersburgo/Rússia (2017).

É professor Adjunto na Universidade Federal de Mato Grosso. Foi Coordenador de Curso de Graduação em Engenharia Elétrica da UFMT no Biênio 2018-2020.

Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, atuando em projetos de instalações elétricas, proteção contra descargas atmosféricas e eficiência energética. Desenvolve pesquisas em usos finais de energia e é Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Energia da Universidade de São Paulo.

José Starosta

CEO da Ação Engenharia

Possui graduação em Engenharia Elétrica pelo Instituto Mauá de Tecnologia (1982) e mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (1998). Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Instalações Elétricas e Industriais com especialização em qualidade de energia e eficiência energética.

Nunziante Graziano

Diretor Executivo do Grupo Gimi

Possui graduação em engenharia elétrica – ênfase eletrotécnica pelo Instituto Maua de Tecnologia (1999), mestrado em programa interunidades de pós-graduação em energia pela Universidade de São Paulo (2006), Pós-graduado em Planejamento e estratégia pela ADESG-SP em 2008 e Ph.D. em Business Administration pela Florida Christian Administration. Atualmente é sócio-diretor da GIMI POGLIANO BLINDOSBARRA BARRAMENTOS BLINDADOS.

Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Instalações Elétricas e Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: sistemas elétricos de potência, distribuição de energia elétrica e distribuição de energia elétrica – confiabilidade. Conselheiro Regional do CREA-SP na Cãmara especializada de engenharia elétrica para o triênio 2018/2020.